Eficiência energética em um país em recessão

Um dos assuntos mais pautados e preocupantes do século XXI é a Eficiência Energética. Todo tipo de consumo de fontes de energia, – carros, casas, empresas e iluminações públicas – merecem uma atenção mais primorosa, ou teremos um grande problema futuro.

Será que a quantidade de energia que temos empregado cotidianamente tem sido realmente necessária? O quanto temos desperdiçado em nossas funcionalidades, se é que ainda estamos desperdiçando?

Eficiência Energética é tão somente a utilização racional de energia. É um assunto que deveria ser disciplina obrigatória nas escolas, tamanha a necessidade de mantermos o uso inteligente dos recursos. Mas a nossa preocupação principal neste momento, em nosso script, é a Eficiência Energética nas Empresas, as grandes vilãs do alto consumo de energia.

Algumas empresas tem frisado a importância da redução de custos, da economia e dos gastos desnecessários. Como é notório, o cenário econômico do país está desafiador. E se o cenário está desafiador, nada melhor do que ampliarmos a Eficiência Energética para superarmos este tempo buliçoso para o Brasil.

Empresas eficientemente energéticas procuram otimizar o uso de fontes de energia, em prol de uma menor quantidade de energia fornecida, para a mesma quantidade de valor energético. Em outras palavras, é você reduzir a quantidade sem impactar na qualidade. Acontecimentos, como a recessão do país, tem sido como que um estímulo para pensarmos em eficiência energética. O país está em um momento delicado e não podemos nos dar ao luxo de continuarmos gastando acima do que temos produzido.

Com a economia de energia, evitando os desperdícios, gastos desnecessários, teremos maiores recursos para outras extensões e melhoraremos o meio ambiente com um desenvolvimento mais sustentável.

Publicado originalmente no livro:
A Expressão do Completo: antologia pessoal
Autor: Jackson da Mata
Editora: Porto de Lenha
ISBN: 978-85-69564-00-3

Livro disponível em: www.portodelenha.com