Coelhinho da páscoa o que fizeste por mim?

Feliz páscoa para os que entendem e os que não entendem o significado real da páscoa! Em uma escala de 0 a 10, quantos de nossas crianças entendem o significado real da páscoa? Não seria preciso frisar que os ovos de páscoa e o coelhinho são tão lembrados na páscoa que o próprio escape de Deus. Isso mesmo, escape! Vou tentar ser mais circunspecto e voltar-me mais para nós adultos, os verdadeiros culpados de semearmos o mercado consumista no caráter de nossos filhos.

A páscoa comercial é mais saudada que a própria páscoa do cordeiro. Isso é fato lastimável! Assim como o natal e demais festas, tanto judaica como cristãs. Mas será que não estamos sendo negligentes ao propagar mentiras aos nossos filhos e deixá-las crescerem na mesma mentira em que nossa sociedade está embrenhada? Até que ponto será saudável às nossas gerações o mercado do consumismo?

A páscoa teve origem há quase 3500 anos atrás. Período em que Abraão, Isaque e Jacó viveram como escravos mais de 400 anos no Egito (…). A páscoa nos remete ao Cordeiro Santo, Jesus, no qual através de seu sangue somos remidos de nossos pecados. A páscoa na era mosaica distinguia os israelitas dos egípcios através do sangue do cordeiro sacrificado, apontando para a cruz e a redenção através do sangue de Jesus Cristo que nos tiraria, anos mais tarde, do pecado através do sacrifício no calvário. Em 1 Co. 5:17 está escrito: “ porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós.”

Páscoa é tempo de celebrarmos a morte e ressurreição de Cristo. Páscoa é vida; e vida eterna! Coma o seu ovinho de páscoa, se delicie, mas não esqueça: se você realmente ama seus filhos não deixe que eles cresçam na ignorância e assimilem o universo consumista da páscoa, ovos e coelhinhos com o verdadeiro significado que é Jesus.