Monólogo da amizade

Amigos: Palavra impetuosa, veemente e esplêndida Vocábulo acolhedor, alento, prudente e cauteloso Termo imune de sobranceiro e jactância Grafia nobre e estima digna de epopeia Complemento racional de nosso ser Resilientes expressam vida, são moradas subjetivas A expressão do completo, o festivo palpável Expressões do singelo, aceitação do ininterrupto A carta exposta, a perspectiva, o… Read more Monólogo da amizade

Até quando?

Em 2015 nós brasileiros fomos pegos de “surpresa” por uma crise moral, ética e financeira. Tal crise, anunciada, fez com que passássemos a tirar da gaveta o vocábulo ECONOMIA; tendo-o na ponta da língua. ECONOMIZAMOS no gás, ECONOMIZAMOS na energia, ECONOMIZAMOS na água e até sentimos a necessidade de pôr mais água no feijão para… Read more Até quando?

Inclusão como meio de formação social

No dia 14 de abril é comemorado o Dia Nacional de Luta pela Educação Inclusiva. No intuito de demonstrar esta relevância, produzi esta análise reflexiva focada na inclusão como meio de formação, associando princípios e valores progressivos; proporcionando, de forma crítica-participativa, uma imagem ponderada da importância de fincarmos meios que elevem a dignidade socioeducativa. Como… Read more Inclusão como meio de formação social

Eficiência energética em um país em recessão

Um dos assuntos mais pautados e preocupantes do século XXI é a Eficiência Energética. Todo tipo de consumo de fontes de energia, – carros, casas, empresas e iluminações públicas – merecem uma atenção mais primorosa, ou teremos um grande problema futuro. Será que a quantidade de energia que temos empregado cotidianamente tem sido realmente necessária?… Read more Eficiência energética em um país em recessão

Papa vai “perdoar pecados” de quem segui-lo no twitter: graça, graça barata ou abuso da graça?

Espero que eu esteja errado, ou que os sites que noticiam tal banalidade doutrinária estejam manipulando as informações. … Torna-me à memória o período transitório de quando precisei desligar-me da instituição que me ensinou um centelho do caminho da graça. Contudo, só conheci a verdadeira graça, palpável de Cristo após esse insolente “afastamento” do ministério… Read more Papa vai “perdoar pecados” de quem segui-lo no twitter: graça, graça barata ou abuso da graça?

Onde está o seu legado?

Pesquisas apontam que vivemos em média 80 anos. Um período curto comparado com o decorrer dos tempos, no qual temos a oportunidade de deixar a nossa marca, um legado para as novas gerações. Suponha que você tenha chego aos 100 anos de vida e está prestes a soprar as velinhas em comemoração com a família.… Read more Onde está o seu legado?

PAI

Meu pai não foi instruído Não chegou à faculdade Jamais pisou em boas escolas Cresceu “confinado”, em uma região amazônica onde o governo não chega Aventurou-se em terras estranhas Escolheu a modéstia como companheira Vitimou-se e foi vitimado Perdeu-se e foi encontrado Mesmo circunscrito, deixou-me um legado Espoliação palpável um grande amor pelas letras, através… Read more PAI

JAMBEIRO E PROGRESSO

— O tempo é dono de tudo! – dizia seu Pádua, após correr os olhos baços pelo jornal e saber que a inflação no país estava à flor da pele. Naquela época o governo era outro, o governo era: FHC, o privatizador. Um dos mais inteligentes presidentes que o Brasil já teve. E quanta burrada… Read more JAMBEIRO E PROGRESSO

A IMIGRAÇÃO QUE ENRIQUECE: ANÁLISE DO IMPACTO DA IMIGRAÇÃO HAITIANA EM MANAUS

O assunto presente tem como intuito analisar o impacto da imigração haitiana e a mobilização social frente às necessidades dos quase cinco mil haitianos até o presente momento em Manaus. Para isso, tentarei identificar os interesses da participação do governo local e o desdobramento da comunidade Manauara. Visando a problemática da situação em que se… Read more A IMIGRAÇÃO QUE ENRIQUECE: ANÁLISE DO IMPACTO DA IMIGRAÇÃO HAITIANA EM MANAUS

A CHOCARRICE DA BANDIDAGEM E A NEGLIGÊNCIA DA POLÍCIA DO ESTADO DO AMAZONAS

Grande é o nível de descontentamento do povo brasileiro quanto à segurança em nosso país. Alguns, senão todos, dizem: no Brasil a lei é branda! Ou seja, a lei no Brasil é mole, flexível, frouxa, amena, cede facilmente em benefício dos facínoras. E é dessa suavidade que a bandidagem precisa para continuar a cometer os… Read more A CHOCARRICE DA BANDIDAGEM E A NEGLIGÊNCIA DA POLÍCIA DO ESTADO DO AMAZONAS

POLÍTICA, MANAUS E LARÁPIOS À SOLTA (Conto de uma Cidade Abandonada)

Em um voo tenso até Miami, com muita turbulência e um camarada candidato a político ao lado, os tripulantes vieram nos chamar a atenção algumas vezes devido aos burburinhos que estávamos causando. Meu companheiro de voo falava alto, e eu mais ainda. Ton afirmava: — Vou sair candidato a político. A esquerda está afundando o… Read more POLÍTICA, MANAUS E LARÁPIOS À SOLTA (Conto de uma Cidade Abandonada)

O SENSACIONALISMO IMPREGNADO E A COMISERAÇÃO DE UMA SOCIEDADE COMBALIDA

Racismo no Brasil, além de dar cadeia, põe comida na mesa de muitos jornalistas sensacionalistas. Relembre o caso da gremista Patrícia Moreira da Silva, que no dia 28 de agosto de 2014 foi flagrada pelas câmeras de tevê gritando “macaco, macaco,…” para o jogador negro conhecido pelo apelido de Aranha. A grande repercussão foi mais… Read more O SENSACIONALISMO IMPREGNADO E A COMISERAÇÃO DE UMA SOCIEDADE COMBALIDA

A DÍVIDA DO PAI MORTO

O regato percorria pelos rios da Amazônia nas madrugadas; era um trabalho árduo o de Mundico, que junto com o filho Leonor se ocupava do comércio da borracha em sua humilde canoa. Leonor fazia amizade com os homens do campo, caixeiros, comboieiros, mateiros e os próprios seringueiros que respeitavam cordialmente o Mundico. Os regatos trabalhavam… Read more A DÍVIDA DO PAI MORTO

A MARCA DA INTOLERÂNCIA

Vai começar o jornal – diz o homem franzino sentado no sofá, como um ilustre inseto que vagueia pela bosta recém-defecada de um felino. Com o controle de TV na mão, muda freneticamente de canal em busca das melhores notícias sensacionalistas. Mortes, assaltos, estupros, (…) Isso é notícia! Isso é n-o-t-í-c-i-a! Como sobreviveriam nossos jornais… Read more A MARCA DA INTOLERÂNCIA