Até quando?

Em 2015 nós brasileiros fomos pegos de “surpresa” por uma crise moral, ética e financeira. Tal crise, anunciada, fez com que passássemos a tirar da gaveta o vocábulo ECONOMIA; tendo-o na ponta da língua. ECONOMIZAMOS no gás, ECONOMIZAMOS na energia, ECONOMIZAMOS na água e até sentimos a necessidade de pôr mais água no feijão para ECONOMIZAR.
2015 se encerrou com uma marca triste. Foi um ano triste, onde milhares de brasileirinhos passaram a padecer com a falta de um prato de comida, ou até mesmo – principalmente – uma fatia do pão da esperança.
Será que um dia gritaremos com legitimidade que somos brasileiros e não desistimos nunca?
Será que um dia voltaremos a cantar que somos brasileiros com muito orgulho e amor?
Talvez quando rolarmos uma bola no gramado voltaremos a gorjear esta canção.
Até quando?
Até quando?
Até quando?

Minha esperança é,
Que não mais ECONOMIZEMOS amor pelo próximo, pois o amor é a nossa única esperança de um Brasil melhor.
GASTE, mas gaste muito desse amor, pois quanto mais você gastar, mais terá.
Um futuro melhor a cada um de nossos brasileirinhos.

Ainda existe uma ponta de esperança!